• (61) 3298-8317
  • Brasília, DF
  • Email: contato@feneauto.org.br

Revista Moto Escola: no EXAME PRÁTICO mostre que você é 10!!!

Revista Moto Escola publicou matéria abordando as faltas que podem reprovar no exame prático de motocicleta em São Paulo.

Por Feneauto
11/04/2022 às 15h13 — Atualizado em 11/04/2022 às 15h25

Revista Moto Escola: no EXAME PRÁTICO mostre que você é 10!!!
Revista Moto Escola publicou matéria abordando as faltas que podem reprovar no exame prático de motocicleta em São Paulo - Foto: Revista Moto Escola

Dinheiro, tempo, esforço, compromisso, estudo, espera... Tudo isso que você passou, ou ainda passará, para conseguir sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a Permissão para Dirigir (PPD) será posto à prova no exame prático. Nele é a hora de você mostrar que domina a moto, consegue completar o percurso sem faltas e tem capacidade para pilotar nas ruas.

Nesse dia muita gente, até que tem bastante habilidade com a moto, é reprovada no exame. Muitas vezes o fator ansiedade leva o candidato a se descontrolar e deixar a moto morrer, por o pé no chão ou mesmo sair com a viseira aberta. E acabam reprovados por conta de faltas graves ou somar mais de 3 pontos.

Para ajudá-lo nesse momento tão importante, publicamos essa edição da Revista Moto Escola, nela você encontrará um comunicado da assessoria de imprensa do Detran.SP, detalhando o processo e também algumas informações importantes sobre a concessão da CNH. Confira:

Examinadores

O Detran.SP lista algumas dicas e orientações valiosas para ajudar os candidatos que realizam o exa me prático de direção veicular e para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a Permissão para Dirigir (PPD). Basta fica atento às recomendações, que são exigidas pelos examinadores, para se dar bem na avaliação e ganhar nota 10.

Os examinadores avaliam se os candidatos à habilitação possuem condições para atuarem no trânsito sem fornecer riscos aos demais habilitados, passageiros e pedestres. “A CNH não é um direito do cidadão, ela é uma concessão. O documento é concedido em confiança aos conhecimentos e habilidades demonstradas. Daí a importância do futuro motorista se dedicar ao máximo durante todo o processo”, afirma Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran.SP.

“O exame prático é o último momento da avaliação do candidato, onde tudo ainda está sendo feito em ambiente laboratorial, monitorado. Ele é uma maneira do órgão executivo de trânsito ter a garantia de que até aquela etapa o candidato conseguiu demonstrar o domínio e suas habilidades para a condução de veículo”, explicou Rosana Néspoli, gerente da Escola Pública de Trânsito (EPT), do Detran.SP

Hora da prática! Durante o exame, as faltas cometidas são registradas no momento em que ocorrem. O critério é a pontuação negativa por falta cometida, sendo que o candidato que cometer uma falta eliminatória ou cuja soma dos pontos negativos ultrapassar três será reprovado.

Faltas eliminatórias (reprovação):

  • Iniciar a prova sem estar com o capacete devidamente ajustado ou sem viseira ou óculos de proteção;
  • descumprir o percurso;
  • colidir em cones; cair do veículo durante a prova;
  • não manter equilíbrio na prancha;
  • avançar sobre o meio-fio ou a parada obrigatória;
  • colocar os pés no chão com o veículo em movimento;
  • provocar acidente durante o exame e cometer qualquer outra infração gravíssima.

Faltas graves (3 pontos):

  • Deixar de colocar um pé no chão e o outro no freio ao parar;
  • invadir qualquer faixa durante o percurso;
  • não fazer ou fazer incorretamente a sinalização;
  • fazer o percurso com o farol apagado e cometer qualquer infração grave.

Faltas médias (2 pontos):

  • Utilizar incorretamente os equipamentos; engrenar ou usar marchas inadequadas;
  • não recolher o pedal de partida ou o suporte do veículo antes de iniciar;
  • interromper o funcionamento do motor sem justa razão após o início da prova;
  • conduzir o veículo sem segurar o guidom com as duas mãos e cometer qualquer outra infração de trânsito de natureza média.

Faltas leves (1 ponto):

  • Colocar o motor em funcionamento quando já engrenado;
  • conduzir o veículo provocando movimento irregular;
  • regular os espelhos retrovisores durante o percurso do exame e cometer qualquer outra infração leve.

+ Clique aqui e leia a edição da Revista Moto Escola na íntegra

Fonte: Revista Moto Escola

Mais notícias
VÍDEO: presidente da Feneauto comenta fala do presidente Jair Bolsonaro durante visita do bilionário Elon Musk ao Brasil Presidente da República, Jair Bolsonaro, menciona 'fim das autoescolas' e fala repercute nas redes sociais. Presidente da Feneauto gravou vídeo a respeito.
VÍDEO: Feneauto realiza Assembleia dos Sindicatos Estaduais em Brasília (DF) Assembleia serviu para representantes dos Sindicatos Estaduais de Autoescolas/CFCs debaterem os assuntos ligados ao setor.
Ministério da Infraestrutura promove cerimônia de abertura do Maio Amarelo 2022 Evento aconteceu na sede do Ministério da Infraestrutura, em Brasília (DF).

Feneauto e Sindicatos Estaduais juntos para representar e aprimorar o setor de Autoescolas

Estamos à disposição para receber comentários, elogios, críticas e sugestões.