• (61) 3298-8317
  • Brasília, DF
  • Email: contato@feneauto.org.br

Nobre deputado Kim Kataguiri, se as autoescolas são uma 'máfia', do que devemos chamar a classe política?

O deputado Kim Kataguiri (DEM/SP) utilizou suas mídias sociais para rotular as autoescolas de ‘máfia’ ao apresentar seu projeto de lei. O deputado demonstra profundo desconhecimento sobre o regime de credenciamento das autoescolas e generaliza um setor com mais de 14 mil empresas e que gera mais de 120 mil empregos.

Por Magnelson Carlos de Souza, presidente
15/09/2020 às 18h04 — Atualizado em 16/09/2020 às 05h26

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP) — conhecido por movimentar assiduamente suas redes socais — protocolou no mês de agosto o PL 4474/2020 que propõe tornar facultativa a presença em autoescolas para a obtenção da primeira habilitação. Mais um projeto de lei que é apresentado no Congresso e que ameaça o setor de Autoescolas/CFCs. Mais um projeto de lei que é apresentado sem qualquer estudo técnico ou debate com os aqueles envolvidos no setor que está sendo colocado em xeque.

O que chamou a atenção de todos os empresários e demais envolvidos na formação de condutores, foi a forma pejorativa com a qual o deputado Kim Kataguiri se referiu às autoescolas ao divulgar a sua propositura nas mídias sociais. O deputado Kim Kataguiri rotulou um setor de quase 14 mil empresas, que são uma delegação do serviço público e que ainda lutam bravamente para sobreviverem e retomarem sua atividade econômica, de máfia. ‘Vamos acabar máfia das autoescolas’, disse o deputado em suas publicações.

Assim como nao podemos generalizar toda a classe política, que sabemos que existem políticos sérios e bem intencionados, não podemos generalizar o setor de autoescolas no Brasil, onde podemos afirmar que existem empresas sérias e comprometidas com a formação de condutores. A não ser que o deputado esteja buscando apenas os holofotes, o que lamentamos muito, pois esperávamos muito mais do nobre deputado Kim Kataguiri.

Repudiamos o adjetivo de ‘máfia’ atribuído a toda a categoria, a atividade exercida por uma autoescola não se trata de organização criminosa. Inclusive, o deputado Kim Kataguiri, que defende a figura do estado mínimo, deveria se preocupar muito mais com a burocracia já estabelecida há muito tempo para a obtenção da CNH. Nesse caso, a elaboração desse projeto de lei seria muito mais justificável.

Diante disso, decidimos convidar o jovem deputado Kim Kataguiri para um debate, uma conversa amistosa para que conheça a realidade do serviço prestado pelas autoescolas, um setor que tem muito potencial para aprimorar sua prestação de serviços, mas esbarra nas muitas e ultrapassadas legislações. Talvez assim, o deputado consiga desenvolver uma propositura que vise desburocratizar o setor e, consequentemente, a obtenção da habilitação.

Protocolamos um Ofício expondo todos os efeitos causados pela publicação do deputado Kim Kataguiri e solicitamos uma retratação pública do deputado. Clique aqui para ler a íntegra do Ofício.

Por fim, esperamos que o deputado Kim Kataguiri aceite o convite para um debate. Podemos, por exemplo, apresentar as exigências para credenciamento de uma Autoescola/CFC contidas na Resolução Contran 789/20, onde a estrutura física para uma empresa numa grande capital é a mesma exigida para uma empresa localizada em uma pequena cidade do interior.

Ao chamar um setor inteiro de ‘mafiosos’, o deputado Kim Kataguiri corre sério risco de desperdiçar uma grande oportunidade de contribuir para o trânsito brasileiro e, especialmente, para a desburocratização de um serviço de extrema importância para o cidadão.

Mais notícias
Ministério da Infraestrutura publica agenda regulatória do Denatran para o biênio 2021-2022 Agenda indica temas que serão tratados pelo Denatran. Revisão do processo de formação do condutor é um dos temas relacionados.
Feneauto finaliza atividades de 2020 com Assembleia Extraordinária de Diretoria Assembleia realizada virtualmente reuniu representantes do setor de mais de 15 estados.
Contran aprova tema para as campanhas educativas de trânsito de 2021 Mote referendado nesta terça-feira (15) dará as diretrizes aos órgãos competentes sobre as ações de segurança viária de todo o país
Resolução do Contran restabelece prazos interrompidos em razão da pandemia de coronavírus; Julyver analisa A Resolução Contran 805/20 dispõe sobre os prazos de processos e de procedimentos afetos aos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito — como a validade da CNH — e revoga a Resolução 782/20.
Feneauto participa do 5º Encontro de Educadores de Trânsito do Denatran Presidente da Feneauto fez uma apresentação sobre o processo de habilitação no Brasil e a educação de trânsito.
Feneauto participa de evento promovido pela Associação Nacional dos Detrans AND promoveu, em Brasília (DF), o 68º Encontro Nacional dos Detrans. Presidente da Feneauto foi palestrante em um dos painéis do evento e falou sobre as ações da entidade e perspectivas para 2021.

Feneauto e Sindicatos Estaduais juntos para representar e aprimorar o setor de Autoescolas

Estamos à disposição para receber comentários, elogios, críticas e sugestões.