• (61) 3298-8317
  • Brasília, DF
  • Email: contato@feneauto.org.br

Governo edita decreto que amplia prazo para suspensão de contratos de trabalho e redução da jornada

Empresas que aplicaram suspensão e/ou redução pelo período máximo inicial (noventa dias previsto na MP 936) somente poderá utilizar a suspensão ou redução por mais trinta dias, completando o prazo máximo estabelecido no novo decreto.

Por Feneauto
14/07/2020 às 11h15 — Atualizado em 14/07/2020 às 11h28

Governo edita decreto que amplia prazo para suspensão de contratos de trabalho e redução da jornada
Governo edita decreto que amplia prazo para suspensão de contratos de trabalho e redução da jornada

O governo federal editou o Decreto nº 10.422, de 13/7/2020, que amplia o prazo do programa que permite a redução de jornada e de salário e a suspensão de contratos de trabalho, medidas que foram anunciadas em meio à pandemia do novo coronavírus como forma de evitar uma perda maior de empregos.

O decreto foi publicado no "Diário Oficial da União" desta terça-feira (14), com assinatura do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Com o decreto publicado nesta terça, fica permitida a redução da jornada e do salário por mais 30 dias, completando 120 dias desde que a medida foi anunciada. Para a suspensão dos contratos, o prazo foi ampliado em 60 dias, e também passa a completar 120 dias.

Contudo, as Autoescolas/CFC’s que já aplicaram a suspensão e/ou redução pelo período máximo inicial de noventa dias – previsto na MP 936/20 – somente poderá utilizar de nova suspensão ou redução por mais trinta dias, totalizando o prazo máximo de 120 dias estabelecido no novo decreto.

Veja os exemplos

Situação 1. A Autoescola/CFC aplicou a suspensão dos contratos de trabalho dos profissionais por 30 dias + 30 dias, totalizando 60 dias e sem utilizar a possibilidade de redução de jornada/salário. Nesse caso, é permitido a suspensão do contrato por mais 60 dias, conforme o novo decreto.

Situação 2.  A Autoescola/CFC aplicou a suspensão dos contratos de trabalho dos profissionais por 30 dias + 30 dias e reduziu a jornada/salário por mais 30 dias, totalizando noventa dias. Nesse caso, é permitido a suspensão do contrato ou a redução da jornada/salário por mais 30 dias, conforme o novo decreto.

Situação 3. A Autoescola/CFC aplicou apenas uma suspensão dos contratos de trabalho dos profissionais por 30 dias, sem utilizar de nova suspensão por mais 30 dias ou da possibilidade de redução de jornada/salário. Nesse caso, é permitido a suspensão do contrato ou redução da jornada/salário por mais 90 dias, conforme o novo decreto.

É importante destacar que a utilização e aplicação dos benefícios estabelecidos no Decreto nº 10.422/20 não pode ultrapassar os 120 dias.

A Feneauto e os Sindicatos Estaduais recomendam que as Autoescolas/CFC’s busquem a devida orientação técnica de como se adequar ao novo decreto junto aos seus respectivos escritórios de contabilidade.

Mais notícias
Câmara dos deputados aprova e PL 3267/19 segue para sanção de Bolsonaro Projeto de lei altera pontuação e validade da CNH e também acaba com obrigatoriedade das aulas noturnas e prazo de espera para remarcação dos exames teórico e prático.
Contran publica portaria que suspende prazo dos processos de habilitação por tempo indeterminado No início da pandemia, Contran ampliou prazo de validade dos processos para 18 meses. Feneauto vinha solicitando nova ampliação e até mesmo suspensão temporária do prazo.
Nobre deputado Kim Kataguiri, se as autoescolas são uma 'máfia', do que devemos chamar a classe política? O deputado Kim Kataguiri (DEM/SP) utilizou suas mídias sociais para rotular as autoescolas de ‘máfia’ ao apresentar seu projeto de lei. O deputado demonstra profundo desconhecimento sobre o regime de credenciamento das autoescolas e generaliza um setor com mais de 14 mil empresas e que gera mais de 120 mil empregos.
Semana Nacional de Trânsito 2020: Feneauto lança campanha para estimular reflexão sobre o trânsito em sala de aula nas autoescolas Campanha digital leva mensagens que são presentes no dia a dia das autoescolas, instrutores, futuros condutores e daqueles que já são habilitados.
Contran publica seis novas resoluções; Julyver analisa O especialista em legislação de trânsito, Julyver Modesto de Araújo, comenta as novas resoluções publicadas pelo Contran.
Aprovação do Projeto de Lei 3267/2019 no Senado O especialista em legislação de trânsito, Julyver Modesto de Araújo, comenta a aprovação do PL 3267/2019 no Senado.

Feneauto e Sindicatos Estaduais juntos para representar e aprimorar o setor de Autoescolas

Estamos à disposição para receber comentários, elogios, críticas e sugestões.