• (61) 3298-8317
  • Brasília, DF
  • Email: contato@feneauto.org.br

Até quando??? Mais um projeto de lei ameaça o setor

Novo projeto de lei apresentado prevê a dispensa da obrigatoriedade de cursos ou carga horária mínima para a obtenção da categoria “B”.

Por Magnelson Carlos de Souza
16/08/2019 às 12h12 — Atualizado em 17/12/2019 às 11h49

Foi apresentado nesta quinta-feira (15) o Projeto de Lei nº 4526/2019, de autoria do Deputado Federal Coronel Tadeu (PSL/SP), que prevê alterações no Código de Trânsito Brasileiro e propõe a dispensa da obrigatoriedade de cursos ou carga horária mínima para a obtenção da categoria “B”.

De imediato, o Sindautoescola.SP enviou ofício ao Deputado solicitando a retirada do projeto de lei. Nosso objetivo é que se iniciem debates para desenvolver uma nova propositura.

Dentre as justificativas apresentadas pelo Deputado Coronel Tadeu para o projeto de lei, ele menciona que o custo total para obtenção da CNH pode chegar a R$ 2.500,00 e segundo relato do próprio deputado “não se pode admitir que o simples acesso a um direito custe ao cidadão mais de dois salários mínimos”.

Nesse ponto, o deputado apresenta desconhecimento quanto a matéria. A obtenção da CNH não é um direito do cidadão, mas sim uma conquista.

Estamos analisando essa ação para entender se esse projeto de lei é mais uma ação individual de um parlamentar de primeiro mandato e que busca “surfar” na onda das declarações do presidente Jair Bolsonaro ou se esse ato faz parte de uma ação articulada pelo governo federal.

No caso da primeira hipótese, o projeto de lei será apensado em outro projeto de lei que já tramita no Congresso Nacional, a exemplo da propositura apresentada pelo deputado General Peternelli. Caso seja uma estratégia do governo, nos causa um alerta ainda maior.

Dessa maneira, o Sindautoescola.SP está agindo com muita responsabilidade e cautela em relação a todas essas manifestações. No final deste mês de agosto, em conjunto com a Feneauto e demais sindicatos estaduais, realizaremos uma ação em Brasília (DF) com o propósito de sensibilizar parlamentares (Deputados e Senadores) da importância da manutenção e aprimoramento dos cursos de formação de condutores.

Também entendemos que se faz necessário uma ampla reflexão do setor e de seus representantes quanto a nossa verdadeira missão enquanto entidades de ensino, tendências de futuro e do momento atual que vivemos. De maneira unida e eficiente, temos que demonstrar ao governo a importância de nosso setor e nesse sentido, o Sindautoescola.SP vem buscando o diálogo e demonstrando seriedade e responsabilidade na defesa dos interesses da categoria.

Mais notícias
Veja como foi a live da Feneauto sobre as alterações no CTB Mudanças trazidas pela Lei 14.071/2020 entram em vigor a partir desta segunda (12).
Inscreva-se no curso sobre as alterações do CTB e participe da live da Feneauto e AND nesta sexta-feira (9) Curso elaborado pelo especialista em legislação de trânsito, Julyver Modesto de Araujo, reúne as alterações do Código de Trânsito Brasileiro que entram em vigor a partir de 12 de abril de 2021.
Mudanças do CTB A Feneauto solicita informações para o Denatran/Contran quanto a regra de transição para as alterações feitas pela Lei 14.071/20 no CTB que entram em vigor a partir do dia 12 de abril.
Ofício-Circular do Denatran orienta órgãos de trânsito quanto às prorrogações dos prazos de trânsito publicadas pelo Contran Ofício apresenta ainda tabela em anexo com as prorrogações dos prazos de trânsito de cada estado.
Portarias do Contran prorrogam prazos de processos e procedimentos de trânsito em vários estados Portarias do Contran de n. 202 a 208/21 foram publicadas em edição extra do Diário Oficial da União desta quarta-feira (24).
Governo prorroga pagamento do Simples Nacional por 90 dias A medida, que inclui também o microempreendedor Individual (MEI), beneficia mais de 17,3 milhões de contribuintes.

Feneauto e Sindicatos Estaduais juntos para representar e aprimorar o setor de Autoescolas

Estamos à disposição para receber comentários, elogios, críticas e sugestões.